Nenhum resultado foi encontrado.
Confira os termos da sua busca e tente novamente.


Abaixo, alguns dos itens mais buscados:

Ops! Parece que algo saiu errado.
Ocorreu um erro ao fazer a busca.
Por favor, tente novamente em alguns instantes.
Mais buscados
Alunos da Academia da Osesp tocando em quinteto no palco da Sala São Paulo.

Voltar

Academia de Música da Osesp e Ilumina

Compartilhar
Classe de Instrumentos da Academia de Música da Osesp
Bruno Lima
Violoncelo
Local: Sala São Paulo
Data: dom., 2 de junho de 2024
Horário: 16:00
Duração: min.
Preço: R$ 0,00 a R$ 0,00
Adicionar ao calendário

Programa

JEAN SIBELIUS Improviso para cordas VICTOR EWALD Quinteto de metais nº 3, em ré bemol maior, Op. 13 - Allegro moderato e Vivo FRANCIS POULENC Trio para oboé, fagote e piano, FP. 43 JEAN SIBELIUS Duas Peças de Kuolema, Op.44 - Valsa Triste BORYS LYATOSHINSKY Quarteto de cordas nº 4, Op. 43 - Andante sostenuto e Allegro scherzando


SOBRE O ILUMINA Fundado em 2015 pela violista americana Jennifer Stumm, o Ilumina é uma organização única de música de câmara com sede em São Paulo. O Ilumina identifica talentos excepcionais de diversas origens e, por meio de vários programas, incluindo um festival anual no estado de São Paulo, oferece a eles oportunidades de educação e apresentações internacionais. Após 9 anos, o Ilumina desenvolveu um ecossistema de artistas talentosos, dos quais 60% estão agora na Europa estudando nos melhores conservatórios. O Ilumina ativa esse ecossistema para apresentar concertos de alta qualidade que representam o melhor do talento brasileiro e sul-americano.

SOBRE BRUNO LIMA Nascido em 1996 em Maceió, Bruno Lima é violoncelista e compositor. Começou a tocar violoncelo aos 16 anos no IFAL-Maceió com Almir Medeiros, 2 anos depois foi aceito no Bacharelado da Escola de Música da UFRN para estudar violoncelo com Dr. Fabio Presgrave em Natal. Desde pequeno demonstra interesse também pela composição e escrita de arranjos, trabalho que tem desenvolvido inclusive por encomendas de alguns dos principais ensembles da América do Sul. Suas obras já foram tocadas no Brasil, Estados Unidos, Alemanha, Áustria, Portugal, Itália, China e Finlândia. Como violoncelista e ativo músico de câmara, já colaborou com Tai Murray, Julian Steckel, Jennifer Stumm, Liza Ferschtman, Anthony Marwood, Christian Poltéra e Lars Anders Tomter. É fundador e violoncelista do Ruska String Quartet e tem um duo com o violonista Otto Kentala. Em 2020, recebeu a bolsa Erasmus+ para o programa de intercâmbio de 1 ano na Academia Sibelius, onde mais tarde foi aceito no programa de mestrado para estudar performance em violoncelo com Erkki Lahesmaa e composição com Tapio Tuomela. Em 2022, recebeu uma bolsa da Hilti Foundation e lhe foi concedido um violoncelo francês de Georges Cunault da Academia Sibelius.